Quatorze

Faço "poesia"
Sem métrica, sem rima
Às vezes imito haicai
Mas nunca um soneto

Falo do que vivi
Do que sonhei
Do digital e do real
Sem limites e limitado

Mas não sigo regras
Nem a moda
Nem os requisitos

Não sou poeta
Só brinco com palavras
Como peças de montar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um mundo de possibilidades