sábado, 7 de novembro de 2015

Pinball - uma moda antiga, mas que ainda pode encantar

Olá a todos!

Pinball, sim, é esse o tema dessa postagem. Sempre tive um carinho por essas máquinas, apesar de praticamente nunca ter jogado em alguma antes de vir morar em Porto Alegre. Por aqui o único lugar que conheço com essas máquinas (exatamente quatro delas) é o fliperama do Barra Shopping Sul e, sempre que possível eu dava uma conferida nas mesmas.





Infelizmente é visível a falta de cuidado com as máquinas do lugar. Algumas vivem dando problema e eles não parecem pensar em algum dia renovar sua coleção. Um verdadeiro pesar, visto que as máquinas disponíveis não tem toda a qualidade das fabricadas pelas empresas de maior tradição do ramo.

Porém, esse carinho por essa forma de jogo que mistura mecanismos analógicos e digitais que foi febre, especialmente nos Estados Unidos, se deu quando descobri que existe uma maneira legítima de jogar as máquinas mais lendárias do Pinball, através de coletâneas lançadas para as mais diversas plataformas de video-game desde a geração do Playstation 2 e até o atual Pinball Arcade, que tem versões para computador e dispositivos móveis.

A responsável por essas coleções e adaptações é sempre a mesma empresa, a FarSight, e ela faz um trabalho primoroso em trazer, em diversas plataformas, as máquinas de quatro empresas famosas do ramo do pinball: Williams, Bally, Stern Pinball e Gottlieb



As versões para consoles vem com pacotes de mesas, alguns por empresa ou por época de lançamento original das mesas, e a versão de computador/android tem a disposição mesas de todas as épocas e das quatro empresas que ela representa. Claro que não é possível jogar todas as mesas à vontade sem pagar, mas, além de o aplicativo vir com uma mesa inteiramente gratuita, de altíssima qualidade, ainda existe (na versão android pelo menos) um rodízio mensal de mesa gratuita extra.

As imagens falam por si da qualidade do game.




E, para os curiosos, também existem diversos vídeos no  Youtube demonstrando na vida real como são as mesas.



Pinball é um tipo de jogo para um público limitado, mas que ainda tem seus vários adeptos mundo à fora e, de maneira bastante inteligente, as empresas conseguem afastar um pouco dos prejuízos da falta de público mais ativo com a disseminação das suas produções de maneira digital. Isso dá uma sobrevida incrível a este mercado que poderia parecer morto diante da concorrência dos jogos puramente eletrônicos.

Diferente do que se pode pensar olhando a um primeiro momento, uma máquina de pinball não é apenas um "bate-bate na bolinha pra não cair". Toda a mesa é única, e possui diversas formas de pontuar e de fazer combos que levam o jogador a experimentar modos ainda mais avançados de gameplay.

Pessoalmente é uma alegria imensa para mim poder descobrir clássicos como Fun House e Taxi estando em plena segunda década do século 21 e desejar conhecer ainda muito mais. Sei por alto que ainda existem exposições de novas produções nos EUA e por lá o carinho por esses jogos é maior. Isso me dá um tanto de esperanças de que talvez ainda veja pessoalmente alguns antigos e novos clássicos desse ramo de entretenimento.

Enfim, só queria dividir com vocês, leitores do blog, um dos hobbies que tenho. Pretendo ainda falar de outro desses hobbies, mas, cada coisa no seu tempo!

Por hoje, era isso.

Fontes: Site oficial do The Pinball Arcade

0 comentários:

Postar um comentário