quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Está chegando o NaNoWriMo 2015

Olá a todos!

Hoje a chamada é rápida, apenas para apresentar e/ou relembrar os escritores de plantão sobre o NaNoWriMo 2015, que está em vias de ter início.

O Nanowrimo tem uma ideia simples: escreva um rascunho de livro com pelo menos 50 mil palavras no período de trinta dias (de 1 à 30 de novembro) e seja um vencedor do desafio que é escrever um romance. Não existe premiação física, mas cada autor que chega até o final desse desafio tem consigo um precioso rascunho que, algumas vezes, pode estar esperando há anos para ganhar forma.

Claro que ninguém escreve um romance no seu formato final em trinta dias e nem é essa a ideia do Nano. A pressão do tempo é para funcionar como uma válvula para o escritor ser capaz de suplantar aquele seu instinto de perfeccionismo literário e deixar soltar a parte da criatividade e improvisação.


Falando de experiência pessoal: Este será meu quarto ano de participação e será minha segunda tentativa para escrever o mesmo livro. No primeiro ano fui fracassada logo nos primeiros dez dias do desafio e desisti, então essa será minha tentativa de redenção com o primeiro livro de um cenário de fantasia. Sinceramente, sou totalmente adepta do pensamento do Nanowrimo e pretendo ainda alcançar o status de "cada mês é um nanowrimo" para viabilizar vários projetos.

Existem várias pessoas que criticam o modelo do Nanowrimo ou são contra a ideia de escrever um rascunho de livro dentro de um tempo determinado. Claro que o modo do produção de cada um é algo particular, mas tenho minhas ressalvas em um caso em particular: os inexperientes.

Já vi vários desses críticos serem pessoas que nunca sequer concluíram um rascunho de livro e ainda tem aquele pensamento romântico de que vão concluir um primeiro texto e isso vai ser editado, publicado e virar sucesso e ele será até entrevistado no Nerdcast. (Exemplo bem exagerado. . .)

Acontece que não é assim que a literatura e o mercado literário funciona, em sua maioria. São pouquíssimos os casos de pessoas que vão trabalhar em um texto do começo ao fim de uma só vez, seja no tempo que for, e apenas isto para depois publicar. Textos podem precisar de tempo para amadurecer, talvez você faça um rascunho ruim hoje e, daqui a alguns anos vá retomá-lo e então ele será um bom romance.

O Nanowrimo é a oportunidade de fazer esse primeiro rascunho ruim, mas necessário para posteriormente se ter uma obra. Também é uma maneira incrível de criar disciplina diária para a escrita, algo que faz toda a diferença em termos de produtividade.

Cada um sabe o que é melhor pra si, mas não é preciso chegar ao ponto de criticar quem é à favor de um evento divertido e que ainda pode trazer alguns benefícios, ok?




ENFIM, fica aí o convite a todos para que tentem tirar de si aquela história que espera há vários anos, ou talvez algo que pensou recentemente, mas sabe que poderia ser incrível se colocado em um livro.

Está chegando a hora da entrega literária!

links:

Matta ne!


0 comentários:

Postar um comentário