Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Bouken-Ni #03 - As Crônicas do Animeke 1

Mais uma tirinha do infame Bouken-Ni chegando! o/

Agradeço mais uma vez todos os comentários e peço desculpas para aqueles que eu não respondi, minha vida sem internet em casa está realmente problemática, até atrapalhando umas coisas que ando aprontando em equipe para o BN ;D

Mas, chega de papo e vamos a Bouken-Ni!







Já passei por essas várias vezes, na minha vida de apresentadora do "Animeke Club Manaus". Bons tempos.

Music Day - Midori No Hibi

Odiado por muitos (como o pessoal do Video Quest), simpatizado por outros (como o Carlírio do blog Netoin!) e amado por alguém que eu não conheço, este anime é conhecido popularmente como "aquela bizarrice onde o cara tem uma garota no lugar da mão". Seja com mérito ou não, Midori No Hibi sempre divide opiniões.

Não vou entrar em méritos de trama ou de qualidade, ou se é realmente uma comédia relaxante para não pensar muito, ou uma bizarisse que somente otakus doentios poderiam simpatizar (e a minha irmã de mais trinta e cinco que só assistiu Sakura Card Captor). O papo de hoje é musical e, sim, eu acho a trilha de Midori Days boa!
Sentimental - OP
Uma nerdice que sempre me ocorre ao escutar as músicas dessa série é como as composições feitas para a personagem de K-On!, Manabe Nodoka, tem um estilo semelhante! Realmente não existe uma ligação clara, apenas o estilo semelhante, o que torna os temas desta personagem também bastante agradáveis aos ouvidos.





Mousukoshi. . . Mousuk…

Bouken-Ni #02

Passando apressada para deixar a segunda tirinha! Agradeço aos que leram a primeira e vamos em frente!


Semana que vem tem mais! Comentem!

Bouken-Ni #01

"História" e "arte" : @LKMazaki
Arte-final: @SechanKV 

Agradeço àqueles que comentaram na postagem de apresentação ou no twitter. Isso me dá um incentivo de realmente publicar essas tiras mal desenhadas. ^^

Music Day - Yuki Kajiura

Bem vindos à coluna mais sonora do blog, onde vamos explorar o maravilhoso universo que existe entre as tablaturas e canções do mundo da animação japonesa (sim, eu sou uma completa viciada em Anisongs!). Digamos que essa é uma maneira até elaborada de ter a desculpa de vir comentar sobre as inúmeras músicas que tenho no meu coração desde os remotos tempos onde comecei a assistir animes.
Ah, fiquem calmos, eu não sou a wikipédia, não vou ficar enxendo de informações técnicas! Muito pelo contrário. Eu sou fã de soundtrack e animesong, então vou falar com fã! Desculpem por isto, desde já.
Para começar bem, resolvi trazer a grande deusa das trilhas sonoras, Yuki Kajiura, como tema para nosso momento musical. Não reparem na minha forma de endeusá-la, mas isso é natural, ela é a responsável por Madoka Magica! (#totalfangirl).
Vamos à músicas!
Romance - Noir OST - 2001
Ah Romance. . . Apesar de estar no mercado musical desde 1992, o grande reconhecimento em termos de anime da compositora se …

Bouken-Ni - Apresentação

Imagine uma pessoa que tenha uma enorme vontade de desenhar quadrinhos e goste de mangá.
Até aí parece tudo bem, mas vamos acrescentar alguns detalhes.
Essa pessoa não o mínimo de talento necessário para realmente fazer belos desenhos ao estilo mangá. (Vão dizer que um mangá com desenho tosco não é digno de resenhas e mais resenhas negativas [que inutilidade]).
E para tornar isto mais perigoso ainda, a pessoa em questão é admiradora profunda de comédias nonsense.
Pois bem, senhoras e senhores, é um cenário triste (Desesperador, segundo Itoshiko Nozomu) como este que me faz trazer o lançamento, neste insignificante espaço, de Bouken-Ni!


Mas o que é isso?!
Quem conhece este (mal-cuidado) espaço desde 2009 pode recordar da curta série de historias sobre cotidiano otaku que foram publicadas aqui. A série em questão havia sido chamada de Mazaki no Bouken e meu desenho, desde aquela época, era lançar as histórias em formato de quadrinhos, porém por falta de ajuda com arte-final e a minha RE…

O "Paradoxo Love Hina"

Hoje proponho um exercício de imaginação para que possamos analisar um aspecto sutil e determinante para a formação da "opinião geral" sobre uma obra. Para isso vamos tomar como exemplo uma obra de grande difusão entre quem conhece algo sobre anime/mangá : Love Hina.
Utilizando esta série que é uma de conhecimento mais amplo do nicho nacional vou tentar explicar o "paradoxo" que acontece com a maneira crítica com que nos acostumamos a analisar novas obras que nos dispomos a conhecer. Uso aspas ao me referir a um paradoxo porque isto é somente uma explanação teórica que tem por objetivo a reflexão, não é ao pé da letra paradoxal.
O que é o esse "Paradoxo"?
Não há maneira mais rápida de explicar do que construindo uma sentença que demonstre a existência da aparente contradição. Eis ela:
"Se Love Hina fosse lançado hoje, seria um fracasso pelo fato de Love Hina ter sido lançado do passado"
O que estou querendo insinuar nisto (na verdade estou é re…

#01: Começando!

Sejam bem vindos ao novo Mundo Mazaki!


Desde abril de 2007 venho aprendendo e buscando a maneira de melhor utilizar este espaço. Desde relátos cotidianos das minhas experiências com o mundo dos fanfictions até artigos de opinião, análises musicais, playlists e perfis de personagens populares, já foram várias tentativas de encontrar o meu jeito particular de fazer blogagem.

Confesso que durante todo este tempo o sentimento de insatisfação esteve presente. Mesmo quando em 2011 escrevi alguns artigos de questionamento que realmente foram prazerosos, o sentimento de "algo fora do lugar" predominou. E foi este sentimento que me fez anunciar o hiato que se estendeu nos últimos meses do ano passado.

Deixando o passado de lado e pensando no futuro...

Estou aqui de volta, depois de muito ponderar e refletir sobre qual seria a minha maneira pessoal de fazer um blog otaku. E, enfim, acho que agora encontrei o caminho certo. Um caminho ligeiramente peculiar, anárquico talvez, mas a man…