Pular para o conteúdo principal

Mas afinal, o que aconteceu?

Olá pessoal! Eu realmente senti saudades de todos vocês *insira um silêncio demorado aqui*.

Ok ok, acho que estou fazendo gracinhas demais para quem não posta nada a meses, não é mesmo? Na verdade só estou passando aqui para avisá-los que, diferente de sempre, dessa vez eu estou me escondendo de propósito! Vejam só que evolução, agora eu não uso mais desculpas esfarrapadas como faculdade para não escrever nada por aqui.

A verdade é que a rotina de comentar sobre animes e... comentar sobre animes e.... dizer o que achei sobre animes.... e.... fazer quem sabe um preview de outros animes.... Bom, isso tudo é tão diversificado que acaba com a minha paciência e como eu não tenho o talento para escrever gracinhas como a Mara no Mais de Oito Mil resolvi dar um tempo e me dedicar a alguns projetos que daqui a algum tempo podem ser mais produtivos para você (louco que está visitando esta página! Vá ler blogs mais tradicionais como o Chuva de Nanquim ou o Gyabbo) como para mim.

Não que eu não tenha assuntos tradicionais para postar por aqui (vocês viram a quantidade absurda de séries MUITO fracas que saiu essa temporada? Eu poderia ter gastado 1 mês falando mal de Nichijou, mas como não tenho seguro de vida....). Até mesmo as séries que estou adorando na temporada acabaram não sendo comentadas.

Afinal, pra que vocês precisam de tantas opiniões ne? Em que isso acrescenta? #trollface

Enfim, o resumo de tudo é que estou, além de trabalhando em um projeto grande (para uma pessoa sem estatura como eu) para 2012 enquanto também tento tirar a preguiça para vir fazer blogagem de uma maneira menos tediosa do que o ciclo vicioso de preview-review-preview-review-preview-review.....

Impressão minha ou a cada "férias-programadas/preguiça-aguda" eu volto um pouco menos tradicionalmente-blogueira-de-animes? Eu amo isso, mas acho que pode ser totalmentenonsenseperigoso para minha saúde.

Ah, não pode ser pior do que Oreimo ou Nichijou, certo? ;)

Comentários

  1. Saudações


    Pausa para pensar...
    ...
    ...
    ...
    Lamento, mas discordo em número, gênero e grau de ti.

    É bem verdade que há momentos que necessitam de uma maior atenção em nossas vidas, e que graças à tal atenção atividades extras (como blogar) acabam ficando mais "para escanteio".

    Isso ocorre hoje em dia comigo, não nego. É bem verdade que as postagens no "NETOIN!" estão regulares, mas isso não está ocorrendo com os meus outros dois blogs (um deles já pede por socorro faz tempo).

    Lilian, escreva unicamente do seu jeito, apenas isso. Você pode se espelhar nos blogs que citou, isso é fato (unir o útil ao agradável), colocando lado a lado tudo que gosta neles, mas com um toque unicamente seu.

    Meu blog principal ("NETOIN!") tem apresentado muitas postagens aleatórias atualmente, mas sempre dentro do contexto que o mesmo se propõe à tratar. Fico muito irritado quando quero escrever algo em qualquer um dos meus três blogs e, basicamente, o assunto acaba fugindo a mente (para a minha desolação).

    Escreva do que tem gostado. Avalie isso consigo mesma. Deixe fluir. Quer malhar "Nichijou"? Fique à vontade (mas não compactuo com a sua opinião sobre este anime, pois o acho muito legal e divertido, fato), pois é o seu espaço: exponha o que pensa, deixe lacunas para os visitantes daqui completarem da forma que acharem correta...

    Talvez, tudo o que eu tenha escrito neste comentário (que está parecendo um verdadeiro post) você já fazia anteriormente. Se for o acaso, é só voltar a fazer, nem que seja para postar uma única vez por semana (meta de caráter introdutório e que serve de exemplo).

    Siga em frente.

    Até mais!

    ResponderExcluir
  2. Oi Carlírio ^^

    Na verdade a única coisa que eu quiz dizer é que a velha fórmula não é a que me satisfaz, assim como um mangá que agrada a uns e causa pavor a outros.

    Se realmente a proposta do blog está mudando apartir de agora é só porque eu finalmente me convenci de que não tenho como seguir um "jeito de blogar" como os que eu vejo (e admiro) em outros blogs, inclusive o Netoin.

    Afinal, acima de tudo, isso tem que ser somente uma diversão e passatempo para quem faz.

    Lilian K. Mazaki

    ResponderExcluir
  3. Saudações


    Certamente, compreendi o seu ponto de vista, a sua mensagem na postagem.

    Mas, digamos que eu fiz muito rodeio (em meu comentário anterior) para algo que poderia ter sido mais resumido.

    De qualquer forma, a sua última frase (na sua resposta, acima) enfatiza bem o sentimento de grande parte dos blogueiros (eu incluso): escrever por diversão, por satisfação, por gostar, por hobbie.

    Mas, um dia, mesmo uma "brincadeira" acaba pouco a pouco se tornando algo mais sério. Da mesma que, em dado momento, a "brincadeira" poderá perder a graça e a magia.

    Hoje, me sinto realizado ao blogar. Não sou top, mas fico feliz em partilhar o que penso com quem visita aquele humilde espaço na rede. Porém nada impede que, em dado momento, este meu sentimento mude...

    Quanto ao "jeito de blogar", é como enfatizei anteriormente: junte tudo que gostas, e misture. Se preferir, faça algo à sua moda, incondicionalmente.

    Dê o seu direcionamento para o "Mundo Mazaki". Afinal de contas, este blog é uma parte do "seu universo" e, como tal, deve ser explorado da forma que tu julgar a mais sensata no momento.

    Tempo? Nem ligue para isso. Faça quando puder e quando quiser fazer.

    É, tem um pessoal abusando da criatividade, fato. E isso é ótimo! A cada dia aprendo um pouco mais...

    Até mais!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

UQ Holder - o novo mangá de Ken Akamatsu começa com tudo!

A estréia de UQ Holder, nova obra de Ken Akamatsu se deu no mês de agosto deste ano de 2013 e foi cercada de grande expectativa: desta vez o mangaká tinha a intenção clara de fazer um mangá de ação desde o princípio.
Talvez no Brasil o trabalho de Ken Akamatsu não seja tão reconhecido quanto poderia. Sua imagem é muito marcada pelos fanservices de Love Hina. Muitos sequer chegaram a ler sua obra seguinte e de maior sucesso comercial: Mahou Sensei Negima. O plot de um menino cercado de 31 garotas também ajudou a aprofundar o preconceito de leitores que (no meu ver pessoal) parecem valorizar demais a sexualidade nos mangás, esquecendo de analisar outros aspectos como a comédia, e, principalmente, a qualidade dos personagens.


Ken Akamatsu é um mestre em criar personagens cativantes e Negima foi um grande sucesso quando conseguiu mesclar a comédia, esses personagens apaixonantes e uma dose de ação crescente. Lutas muito bem desenhadas estão nas páginas da obra de forma cada vez mais cons…

Sobre o que fala Suzumiya Haruhi, afinal?

Suzumiya Haruhi é uma série de light novels que já conta com 10 volumes e o suspense se irão haver novas publicações ou não. A história ficou mais famosa quando se transformou em anime e então a franquia caiu no gosto do público otaku pelos seus clichês cômicos, personagens carismáticos e uma dancinha viciante para viralizar. Porém muitos acabam julgando que a obra não passa de um entretenimento barato para otakus e que não possui nenhuma mensagem intrínseca. O que é um erro e eu vou dizer o motivo:

Qualquer obra, por mais comercial e batida que seja, pode conter em si uma mensagem, talvez supérflua, talvez profunda, mas não é por causa de questões visuais ou estilísticas que deve ser ignorada essa possibilidade.

Vou citar um exemplo de conhecimento mais comum no mundo do entretenimento para deixar mais simples o entendimento.

Matrix, o filme de 1999, é uma história louca sobre pancadaria alucinada entre realidade e mundo digital? Bom, essa pode ser a cara do filme, com seus efeitos …

Comentários sobre Planetes v.1

Olá a todos!
Esse ano de 2015 tem sido muito bom para leitores de mangá que também são leitores de ficção-científica. Grandes anúncios como Akira e o relançamento de Eden (ambos pela Editora JBC) são alguns dos principais nomes desse momentos, mas outros títulos de peso também chegaram às bancas. Esse é o caso de Planetes, mangá de Mokoto Yukimura, autor também de Vinland Saga (ambos publicados pelo selo Planet Mangá, da Panini).
Comentários sobre a trama



Em um futuro próximo, onde o desenvolvimento da exploração espacial já torna possível a construção de estações e bases em alguns pontos do Sitema Solar, em Planetes acompanhamos a vida de Hoshino Hachirota (ou "Hachimaki", como lhe chamam), um jovem astronauta que tem uma das funções de menor glória: lixeiro espacial. Um trabalho exigente e necessário, mas que não é dos mais gratos.
Temos, além de  outros dois tripulantes na nave Toy Box: Yuri Mihairokov, um russo que tem um motivo bastante distinto. Além deles temos a pilo…