Pular para o conteúdo principal

Mazaki no Bouken - desafios da jornada pelo mundo real

Olá a todos!Justificar

Mais um capítulo de Mazaki no Bouken para vocês! Faz tempo que não tem um novo não é? Mas hoje para inovar, vamos deixar os personagens tomarem conta =)

Boa Leitura!

Mazaki no Bouken 11

Sechan: Oi pessoal! Que saudades eu estava de vocês *-* Bom, hoje estamos de volta para mais um capítulo e o tema de hoje é o tenebroso e assustador.... MUNDO REAL! Pois é, até mesmo bons otakus tem que todos os dias lidar com o mundo estranho e sem tantas cores e poderes que é esse no qual vivemos.

John: Isso deve ser mesmo dureza. Eu ainda não sei direito, afinal só estudo e ainda nem entrei no médio ^-^

Sechan: (Bons tempos esse de folga..). Pois é, vamos ver como Mazaki lidaria com uma situação dessas. Afinal todos os otakus acabam passando por isso um dia ou outro.

John: Vamos lá! E não deixe de conferir também o review de Saki que está no post seguinte ^-^


Capítulo 11 - Os desafios da jornada pelo mundo real

Esse era mais um dia normal na vidade de Mazaki e ela estava enfrentando sua pequena rotina otaku, que deveria ser.....

- Não, não é ver animes, é ir trabalhar ¬¬

E lá vai a jovem otome saindo de casa antes das 8 da manhã para ir trabalhar duro. Ganbatte Mazaki-chan!

- Se ao menos eu não tivesse ido dormir as 3 da manhã vendo anime ¬¬' *olheiras*

Sim, conciliar a jornada otaku com a rotina diária é um desafio para todos!


*Quatro horas depois...*

- Ah.... hora do almoço, finalmente! (Eu já não estava mais nem entendendo o que estava fazendo nesse serviço /o/).

Mazaki levanta e se espreguiça, finalmente liberdade! Ela corre alegremente para casa(Mazaki: eu sou sedentária, não corro assim na verdade sr. Narrador '-').

- Ahhhh... comer e relaxar..... /o/

Oh, como é boa a vida depois de trabalhar, tudo o que se deseja é conforto e descanso, aproveite Mazaki!

- Quem me dera, ainda tem a tarde mermão ¬¬''


*Cinco horas depois....*

- Ahhhhhh.... finalmente acabou o trabalho do dia.... =.= *se joga no chão*

E assim nossa heroína parte para a segunda parte de sua rotina que é.... ir trabalhar de novo?!?

- Claro, eu falei "trabalho do dia". Agora é hora do trabalho da noite ¬¬

Nossa! Que sociedade cruel que faz as pessoas precisarem de mais de um emprego!

- Essa não! Tô atrasada! oO *corre* (Mazaki: dessa vez eu corro de verdade e chego quase morrendo no outro emprego =.=)

*Mais quatro horas depois....*

- Ahhhh.... quero dormir..... quero comidaaaa................quero........ =.=

Oh não! Como irá sobreviver nossa otaku se não lhe sobra tempo para nada?!

Mazaki chega em casa e come sua pequena refeição assistindo o capítulo novo de seu anime favorito, para relaxar do dia pesado:

- Ahh.... Railgun é mesmo muito legal, a Saten é um personagem que revela cada vez mais a profundidade d-do........e.........enn................uaaaaaaaaaaaaaaaaaa *dorme*

Será que a vontade otaku é sempre vencida pelo dia a dia? Qual será o futuro dos otakus que já precisam ser responsáveis nesse mundo cruel chamado mundo real?!

*No dia seguinte, o único de folga da semana....*

- VAMOS LÁAAAAAA!!!! Eventos, Animeke, tocar jmusic!!! VAMOS LÁAAAAAAA!!!

- Nossa, como ela consegue? - *Sechan e John*

*Fim* (Moral da estória: os otakus sempre tiram energia para serem otakus, não importa o que aconteça xDv)


Capítulo esquisito, me desculpem, mas é que acabo escrevendo sobre coisas que vejo e acontecem ao meu redor xD

Matta ne!


Comentários

  1. XDDDD Adorei Mazaki-chan!! ^_^ Otaku yo, Eien ni!! \o

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

UQ Holder - o novo mangá de Ken Akamatsu começa com tudo!

A estréia de UQ Holder, nova obra de Ken Akamatsu se deu no mês de agosto deste ano de 2013 e foi cercada de grande expectativa: desta vez o mangaká tinha a intenção clara de fazer um mangá de ação desde o princípio.
Talvez no Brasil o trabalho de Ken Akamatsu não seja tão reconhecido quanto poderia. Sua imagem é muito marcada pelos fanservices de Love Hina. Muitos sequer chegaram a ler sua obra seguinte e de maior sucesso comercial: Mahou Sensei Negima. O plot de um menino cercado de 31 garotas também ajudou a aprofundar o preconceito de leitores que (no meu ver pessoal) parecem valorizar demais a sexualidade nos mangás, esquecendo de analisar outros aspectos como a comédia, e, principalmente, a qualidade dos personagens.


Ken Akamatsu é um mestre em criar personagens cativantes e Negima foi um grande sucesso quando conseguiu mesclar a comédia, esses personagens apaixonantes e uma dose de ação crescente. Lutas muito bem desenhadas estão nas páginas da obra de forma cada vez mais cons…

Sobre o que fala Suzumiya Haruhi, afinal?

Suzumiya Haruhi é uma série de light novels que já conta com 10 volumes e o suspense se irão haver novas publicações ou não. A história ficou mais famosa quando se transformou em anime e então a franquia caiu no gosto do público otaku pelos seus clichês cômicos, personagens carismáticos e uma dancinha viciante para viralizar. Porém muitos acabam julgando que a obra não passa de um entretenimento barato para otakus e que não possui nenhuma mensagem intrínseca. O que é um erro e eu vou dizer o motivo:

Qualquer obra, por mais comercial e batida que seja, pode conter em si uma mensagem, talvez supérflua, talvez profunda, mas não é por causa de questões visuais ou estilísticas que deve ser ignorada essa possibilidade.

Vou citar um exemplo de conhecimento mais comum no mundo do entretenimento para deixar mais simples o entendimento.

Matrix, o filme de 1999, é uma história louca sobre pancadaria alucinada entre realidade e mundo digital? Bom, essa pode ser a cara do filme, com seus efeitos …

Comentários sobre Planetes v.1

Olá a todos!
Esse ano de 2015 tem sido muito bom para leitores de mangá que também são leitores de ficção-científica. Grandes anúncios como Akira e o relançamento de Eden (ambos pela Editora JBC) são alguns dos principais nomes desse momentos, mas outros títulos de peso também chegaram às bancas. Esse é o caso de Planetes, mangá de Mokoto Yukimura, autor também de Vinland Saga (ambos publicados pelo selo Planet Mangá, da Panini).
Comentários sobre a trama



Em um futuro próximo, onde o desenvolvimento da exploração espacial já torna possível a construção de estações e bases em alguns pontos do Sitema Solar, em Planetes acompanhamos a vida de Hoshino Hachirota (ou "Hachimaki", como lhe chamam), um jovem astronauta que tem uma das funções de menor glória: lixeiro espacial. Um trabalho exigente e necessário, mas que não é dos mais gratos.
Temos, além de  outros dois tripulantes na nave Toy Box: Yuri Mihairokov, um russo que tem um motivo bastante distinto. Além deles temos a pilo…