Pular para o conteúdo principal

Mazaki no Bouken 10 - A Literatura Otaku!

Olá a todos! Estou de volta hoje finalmente com um novo capítulo de Mazaki no Bouken! *ohhhh* Espero que não esteja demorando demais para atualizar o blog, provavelmente quando eu iniciar as postagens das outras categorias do blog (como nerd e pessoal) eu venha com ainda mais frequência ^^

Sobre a idéia de podcast, bem bem, a vontade de gravar um programa piloto para o blog é grande, por isso estou correndo atrás de material mínimo pra isso (entenda-se microfone bom). Qualquer novidade eu posto aqui.

Enfim, vamos ao capítulo antes que eu começe a falar o andamento de todos os meus projetos e tenha que mudar a categoria da postagem xP

Boa Leitura (hoje alias, sobre literatura xD)

Mazaki no Bouken 10 - A Literatura Otaku!

Hoje era mais um dia animado e ensolarado no Distrito M, uma cidade que realmente vivia animada e ensolarada. Hoje particularmente Mazaki estava animada pois estava conversando com um amigo que morava distante e normalmente só via pela internet, seu companheiro no mundo literário otaku, Kurosaki:

- Ne ne Kurosaki, como é que tá aquele teu fanfic de Love Hina e Negima? - Mazaki pergunta animada, se balançando na cadeira.

- Indo bem Mazaki, eu já comecei a postar os capítulos da segunda saga ^^ - respondeu o garoto que mexia no notebook que Mazaki o emprestara um pouco, navegando em vários sites de fanfictions.

- Mazaki, eu nem sabia que tu já tinha escrito fanfics... - comentou Gede enquanto comia umas batatas fritas, incrivelmente não estava mexendo no seu próprio notebook.

- Ah, eu já escrevi alguns fics, só um completo infelizmente, mas até que teve gente que gostou...

- Eu sou um dos seus fãs Mazaki-chan! - respondeu Kurosaki animado.

- Nossa, realmente é mais fácil perguntar pra Mazaki o que ela ainda não fez, seria uma lista bem menor.... - comentou Gede.

- Cada um com sua especialidade ne, eu já escrevi, mas nunca vou conseguir ver tantos animes quanto tu Gede.

- Isso é verdade >Dv

- Eu também já vi umas centenas de animes.... - comentou Kurosaki e os outros dois pensaram por um momento.

- Err....

- Sempre existem excessões ^^''' - concluiu Mazaki.

- Mas sobre o que a Mazaki escreve? - perguntou Gede ao outro escritor.

- Ah... as estórias dela normalmente tem bastante ação e drama, romance e enredos inteligentes.

- Não precisa fazer parecer que ela é boa nisso ok? ¬¬ - comentou Gede irritado.

- Mas é que.... eu quero ser escritora Gede... - comentou Mazaki meio sem jeito, como se isso justificasse alguma qualidade ou falta de qualidade de suas estórias

- EEEEe?? Do nada Mazaki revelando seu sonho de vida?! Melhor alterar o nome do capítulo! - espantou-se Gede.

- Lá vem você com essas piadas de Sechan....

- Bom... - começou Kurosaki e os outros olharam pra ele. - Na verdade o mundo dos fanfictions, ou fanfics, estórias feitas por fãs de suas trama favoritas, além de não ser algo somente otaku... ("Apesar de ser muito difundido entre otakus" comentou Mazaki) também pode ser algo além de pura diversão passageira e é nesses casos que os melhores e mais trabalhados fics nascem.

- Caraca Kurosaki..... você entende mesmo dessas coisas de fics né. Também quer ser escritor que nem a maluca da Mazaki? - perguntou Gede boquiaberto com a explicação do outro. ("Precisava me chamar de doida de modo tão aleatório?" irritou-se a garota).

- Não sei bem... minha estórias são muito shonens... talvez se eu pudesse ser um roteirista de mangá....

- Hmmmm.....

- Alias amiga, eu queria comentar uma coisa.

- O que Kurosaki?

- Achei interessante usar esse formato de tiras rápidas no MnB, é mais dinâmico e simples de conduzir.

- Ah, isso é porque eu teria preguiça de desenhar ou escrever uma estórinha boba com capítulos grandes.

- Como é mesmo o nome desse estilo de mangá? - questionou Kurosaki tentando lembrar.

- Xii... esqueci.

- Se algum leitor souber o nome desse estilo de mangá é só postar nos comentários, ficamos agradecidos ^-^ - disse Gede

- Gede!!!!!!!

- Mas sabe Kurosaki, eu acho difícil acreditar que a Mazaki sabe escrever alguma coisa, justo pela péssima qualidade dessas tirinhas. Até parece que um bom escritor faria algo assim! - argumentou Gede apontando uma batata frita com catchup pra otome.

- GEDEEEE!!!!!!!!!! - berrou Mazaki.

- Que foi? oO

- Etto.... vocês não deveriam discutir esses temas técnicos após o fim do capítulo? Vai estragar a sensação de quem lê..... - disse Kurosaki baixinho aos outros dois. ("Pois é ¬¬" concordou Mazaki)

- Ah é? - perguntou Gede sorrindo.

- Desisto ¬¬

*END*

Primeira participação do Kurosaki! Alias eu tava devendo esse capítulo a um bom tempo já, mas agora está aí!

Gostaram? Não gostaram? Deixem suas opiniões nos comentários! Sintam-se completamente avontade de para xingar que seja xD Esses comentários são importantes, pois me dão incentivo no desenvolvimento do site do Mazaki no Bouken ^^

Matta ne!

Comentários

  1. Olá aqui é o animeoishii.blogspot.com, gostaria de fazer parceria?
    aguardo respostas ^^

    ResponderExcluir
  2. Vai uma dica, seu nome vai causar uma impressão r- ah, ignore, ignore.
    @Post: Achei bem interessante, gostei bastante. Não, não sei qual o nome desse tipo de tirinha, hihih (Escrevi tiranha umas 10 vezes u_u')
    Btw, sou fã também das suas fics, e por que é que nunca mais vi nenhuma fic sua? E a continuação da Lives?

    @Self: Preciso me lembrar de ler mais fics depois.
    ~Blek

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

UQ Holder - o novo mangá de Ken Akamatsu começa com tudo!

A estréia de UQ Holder, nova obra de Ken Akamatsu se deu no mês de agosto deste ano de 2013 e foi cercada de grande expectativa: desta vez o mangaká tinha a intenção clara de fazer um mangá de ação desde o princípio.
Talvez no Brasil o trabalho de Ken Akamatsu não seja tão reconhecido quanto poderia. Sua imagem é muito marcada pelos fanservices de Love Hina. Muitos sequer chegaram a ler sua obra seguinte e de maior sucesso comercial: Mahou Sensei Negima. O plot de um menino cercado de 31 garotas também ajudou a aprofundar o preconceito de leitores que (no meu ver pessoal) parecem valorizar demais a sexualidade nos mangás, esquecendo de analisar outros aspectos como a comédia, e, principalmente, a qualidade dos personagens.


Ken Akamatsu é um mestre em criar personagens cativantes e Negima foi um grande sucesso quando conseguiu mesclar a comédia, esses personagens apaixonantes e uma dose de ação crescente. Lutas muito bem desenhadas estão nas páginas da obra de forma cada vez mais cons…

Sobre o que fala Suzumiya Haruhi, afinal?

Suzumiya Haruhi é uma série de light novels que já conta com 10 volumes e o suspense se irão haver novas publicações ou não. A história ficou mais famosa quando se transformou em anime e então a franquia caiu no gosto do público otaku pelos seus clichês cômicos, personagens carismáticos e uma dancinha viciante para viralizar. Porém muitos acabam julgando que a obra não passa de um entretenimento barato para otakus e que não possui nenhuma mensagem intrínseca. O que é um erro e eu vou dizer o motivo:

Qualquer obra, por mais comercial e batida que seja, pode conter em si uma mensagem, talvez supérflua, talvez profunda, mas não é por causa de questões visuais ou estilísticas que deve ser ignorada essa possibilidade.

Vou citar um exemplo de conhecimento mais comum no mundo do entretenimento para deixar mais simples o entendimento.

Matrix, o filme de 1999, é uma história louca sobre pancadaria alucinada entre realidade e mundo digital? Bom, essa pode ser a cara do filme, com seus efeitos …

Comentários sobre Planetes v.1

Olá a todos!
Esse ano de 2015 tem sido muito bom para leitores de mangá que também são leitores de ficção-científica. Grandes anúncios como Akira e o relançamento de Eden (ambos pela Editora JBC) são alguns dos principais nomes desse momentos, mas outros títulos de peso também chegaram às bancas. Esse é o caso de Planetes, mangá de Mokoto Yukimura, autor também de Vinland Saga (ambos publicados pelo selo Planet Mangá, da Panini).
Comentários sobre a trama



Em um futuro próximo, onde o desenvolvimento da exploração espacial já torna possível a construção de estações e bases em alguns pontos do Sitema Solar, em Planetes acompanhamos a vida de Hoshino Hachirota (ou "Hachimaki", como lhe chamam), um jovem astronauta que tem uma das funções de menor glória: lixeiro espacial. Um trabalho exigente e necessário, mas que não é dos mais gratos.
Temos, além de  outros dois tripulantes na nave Toy Box: Yuri Mihairokov, um russo que tem um motivo bastante distinto. Além deles temos a pilo…